Titulo: O Príncipe dos Canalhas         
Autora: Loretta Chase   
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 288
Ano de Lançamento: 2015
Classificação: ♥♥♥♥♥
 Sinopse:  "Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent…Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes."


Resenha:  De forma impactante, recebemos logo de início, através do Prefácio, a explicação para todas ações grosseiras do amargurado Lorde Dain. Abandonado pela mãe, rejeitado pelo pai que o considerava o a personificação do diabo, o filho de Jezabel, o pequeno Lorde fora em sua infância menosprezado e humilhado pela sua aparência, forçado a crescer, amadurecer e aprender com as dificuldades que a vida lhe impôs. Cresceu, formou-se na mais renomada faculdade e tornou-se um dos mais ricos e inteligentes nobres da época. Com o intuito de viver o mais longe possível de suas origens, na Inglaterra, Dain refugiou-se em Paris, longe de seu país, onde vivia da mais pura luxúria; jogos, bebidas, e,  claro, mulheres... Meretrizes as quais ele pagava por seus serviços para saciar seus desejos pois acreditava que esta era a única forma de alguma mulher manifestar interesse por ele: pagando! Não havia uma só pessoa que não o conhecesse, o temido, Diabo em pessoa, Lorde Belzebu. No entanto, o seu estilo de vida arrastava homens que o vangloriavam, embora não fossem tão fortes e cheios de si como o Lorde, muitos queriam ter o privilégio de sua companhia. Um de seus muitos "seguidores", Bert Trent, estava cada vez mais afogado em dívidas. Por tal motivo, preocupada com sua situação, surge de viagem a sua irmã, Jessica Trent, vinda da Inglaterra a fim de lhe resgatar dos braços do temeroso Lorde Belzebu o qual estava o arrastando para o fim do poço. Apesar de já saber de sua fama, Jéssica nunca imaginou que ao passo em que tirava seu irmão das garras do Lorde, ela quem assumiria gradativamente o seu posto nos braços de Dain.

"O flagelo e a perdição dos Ballisters, o Príncipe dos Canalhas em pessoa. O maior cortejador de prostitutas de toda a Cristandade. Um ingrato arrogante e imbecil."

Os protagonistas dessa história são a melhor parte da mesma. Ambos possuem uma personalidade forte inigualável. Jessica é uma Dama inteligente, bonita e dedicada a conseguir o que almeja. É totalmente a versa às imposições da sociedade, destemida e esperta, sabe o que quer. Já Sebastian - mais conhecido como Lorde Dain -, é aquele tipo de vilão que você odeia, ou digamos que, odeia AMAR. Você fica indignada e estupefata com suas atitudes, ao passo que entende perfeitamente bem por que ele as faz. A junção dessas duas personalidades se torna algo doce e engraçado ao mesmo tempo. Você torce por eles, chora com eles, se impressiona com eles, sente raiva deles pelas suas atitudes. Resumindo a relação de Dain e Jess: gato-e-rato.

– E, se eu não aceitar, vai tentar destruir a minha reputação – retrucou ela, concluindo o raciocínio. – Não será uma tentativa – refutou ele. Ela se sentou de maneira bastante ereta na cadeira e cruzou as mãos delicadas e enluvadas sobre a mesa.  – Pois eu gostaria de vê-lo tentar – declarou ela. 




A história possui um misto de reviravoltas incrível. É um romance completo, trata de temas como superação, amor de família, banalização da sociedade, e até mesmo um tema atual como o Bullying. Possui um toque de humor adorável, várias vezes pegava-me sorrindo ao ler o livro. Como todo ou maioria dos livros de épocas, possui cenas ardentes e também cenas emotivas com toque de drama, tristes e alegres, e ahhh o final do enredo... Com certeza me surpreendeu. <3 Apesar de muitos "clichês" dos romances de época que o rodeia, a autora do livro, Loretta Chase conseguiu trazer a este livro um toque único, de originalidade. A leitura é leve, bem e escrita separada por divididos capítulos, com diálogos envolventes que não nos deixa largar o livro. Posso afirmar que comecei as minhas leituras de férias com o pé direito, não poderia ter feito escolha melhor. Recomendo MUITO a leitura, e aqui está uma oportunidade para aqueles que nunca leram um romance de época, mas possuem muita vontade. Juro juradinho que não irão se arrepender.

- Você não devia usar esse charme masculino – disse ela, com a voz sufocada. E tocou na manga da camisa dele. – O que eu fiz de tão imperdoável? Você me fez desejá-la, disse ele na língua de sua mãe. Você fez com que eu me sentisse solitário, apaixonado. Você me fez desejar o que eu jurei que nunca precisaria, que nunca procuraria.


P.s.: Já estou com saudade de Dain e Jess, como proceder? :(




Deixe um comentário